Memorial 9/11 e Century 21

Eu sei que tou super atrasada com os posts, mas essa semana Bruna veio pra cá e a gente passava o dia na rua, aí chegava morta e não dava pra pensar em escrever mais nada.

Na quarta, dia 22, eu fui pra aula de high intermediate pela manhã. Comecei a conhecer mais o pessoal da turma e fiquei conversando com as duas brasileiras no intervalo, a gente se adicionou no Facebook pra marcar algo depois. A professora dessa turma (Gina) é totalmente diferente de Michael, meu professor da tarde, porque ela adora conversar com os alunos e ela conversa sobre todo tipo de assunto, o que é bom pra treinar o speaking. Hoje falamos sobre alguns costumes típicos de cada país relacionados a casamento e foi engraçado. Na aula de business chegaram algumas pessoas novas, incluindo um brasileiro e uma italiana que fazia aulas de high intermediate a tarde comigo.

Depois da aula, me encontrei com Bruna e Dianou (a francesa aqui da Brandon) pra irmos almoçar juntas lá no Pret a Manger e depois fui nos Correios resolver o money order de Bruna relativo ao pagamento da estadia na Brandon. Tivemos sorte, porque a mulher dos Correios disse que demorava uns 15 dias pra o money order chegar no destino, mas quando a gente voltou em casa, Stacey (a pessoa que resolve essas coisas de hospedagem) disse a Bruna que tinha acabado de chegar, ou seja, tudo certo.

Tivemos que voltar em casa só por causa da visita ao Memorial 9/11 que íamos fazer, porque a coreana que estuda comigo disse que eles pedem o passaporte e a gente não tinha, só tava com a cópia. Saímos correndo de volta pra o metrô e de lá pegamos a linha 1 direto pra Rector Street, que é na frente do Memorial praticamente. Ai entramos, passamos pelos procedimentos de segurança, tipo os de aeroporto e fomos pra área do memorial propriamente dito. O lugar é bonito, organizado e quando tiver tudo pronto vai ficar bem suntuoso. Lá tem duas piscinas, uma norte e outra sul, com uma cascata de água que vai até o fundo da terra e que homenageia os mortos nos atentados aos WTC e Pentágono.

Homenagem

A árvore que sobreviveu ao atentado

Ao redor delas foram plantadas um monte de árvores que quando crescerem vão formar meio que uma floresta no concreto. É legal de ver, mas acho que só se emocionam mesmo os americanos, que tão super ligados a essa história. Eu mesma não me senti tão ligada a isso, apesar de achar interessante. Antes de ir embora tiramos algumas fotinhas, inclusive com os policiais de NY, que desde que cheguei aqui queria uma foto com eles, porque são os policiais dos filmes que a gente sempre vê 😛 E não pensem que fomos só nós que no passamos, eles tavam cansados de tantos flashes já, era gente pedindo foto a toda hora.

Piscina com a cascata

Nossos amigos policiais 😛

Dica: pra visitar o memorial, apesar de ser de graça, você tem que entrar no site, fazer seu cadastro e escolher dentre as opções lá o dia e hora que você quer ir, daí imprime o seu ticket na hora, ou pega na bilheteria antes de entrar. O site é http://www.911memorial.org/ (não pediram passaporte pra gente, mas é melhor levar).

De lá famos na Century 21 pra Bruna fazer as primeiras comprinhas dela e eu acabei comprando umas coisinhas a mais também (os preços são mesmo irresistíveis). Depois jantamos lá por perto e voltamos pra casa cansadas e felizes com as compras.

Anúncios