Uma semana em NY

O tempo tá voando, viu! Uma semana que cheguei aqui já. Parece que já tou faz tempo em NY, porque num instante aprendi a andar de metrô e a achar as coisas, tou me sentindo uma cidadã hahaha. Claro que tive muita ajuda de Juliana, mas é realmente bem simples. Com um mapa do lado e o aplicativo do celular pra ver os intinerários, tudo ficou mais fácil.

Sexta foi legal, porque eu não tenho as duas aulas e também tem filme na escola… assistimos Breakfast Club, filme antigo de 1985, mas que é muito bom e depois o professor deu um questionário pra respondermos. Como eu não consegui ir pro Top of the Rock com Swan, a coreana que estuda comigo, combinamos de fazer algo juntas depois da aula. Ela convidou mais 3 amigas que estudam na Kaplan pra ir com a gente: Lucy, Bella e Sungmi Lee (aprender esse nome foi complicado, viu). Fomos primeiro pro Chelsea Market, um mercado massa instalado em uma antiga fábrica que vende desde roupas, livros e cupcakes a todos os tipos de comida e tempero que você imaginar. Pra quem gosta de cozinhar, é uma deli, só lembrei de Bras e Ana Carla. E depois fomos pro High Line Park, um jardim suspenso construído em um viaduto desativado (que fica coladinho com o mercado). É lindo e muito interessante! Não conseguimos andar tudo (ele é grandinho), mas o que vimos valeu a pena (tirei fotos com elas, mas tá na máquina de Swan).

High Line Park

Cookies e cupcakes no Chelsea Market

De lá fomos pra Herald Square, aonde tem um pedaço da rua que é só de restaurantes, lojas e bares coreanos. Elas queriam me levar pra experiementar comida da Coréia e eu aceitei. Fomos no Spoon Korea, que elas consideram o melhor. O restaurante é bem bonito, arrumado e lotado, chegamos na hora certa, porque não esperamos nem 10 minutos, mas depois que sentamos, uma fila enorme de espera começou a se formar. A comida coreana se assemelha em algumas coisas à chinesa: tem legumes, tem carne assada, tem bolinho de arroz e rolinhos de carne e legumes, a diferença é que tem muita coisa apimentada e umas verduras diferentes. Eu experimentei quase tudo e achei gostoso! Comi um panqueca de arroz com legumes, comi carne assada com uns molhos picantes, carne com legumes, que nem rolinho primavera e mais outras coisas.

Jantar coreano no Spoon Korea

Claro, tem umas coisas que são horríveis, o que eles chamam de feijão com arroz é péssimo, seco e sem gosto e tem uns legumes super picantes e com gosto de remédio 😛 Empolgadas com minha aceitação e desprendimento com os palitinhos (sim, comi arroz com hashi), elas me levaram numa bakery coreana pra experimentar o sorvete de lá. Que negócio RUIM! Hahaha eu toda empolgada achando que o negocinho marrom que vinha em cima era calda de chocolate, pois era FEIJÃO. O sorvete vinha com feijão doce, bolinho de  arroz, frutas no meio e gelo tipo raspa raspa, quase que vomitei na frente delas, mas fui educada o suficiente pra dizer que o sabor era estranho pra mim e que não queria mais hahaha.

Sorvete com feijão doce e bolinho de arroz: eca!

Depois eu fui pra pracinha que tem lá esperar Juliana e de lá fomos com “irmãos” dela jantar na Little Italy, porque hoje era a última noite dela em NY 😦 Eu não comi nada, só fui pra conhecer, mas fiquei desejando as milhares de massas e pizzas que vi na minha frente, tudo com cara de delicioso. As ruazinhas são lindas, todas iluminadas e enfeitadas com características da Itália. Um dos irmãos dela que é italiano ficou super feliz, disse que tava em casa. O pessoal foi comer e eu fiquei conversando com eles, depois fomos tomar um gelatto de sobremesa (sou mais o da Italian Freddo, Bras!) e depois voltei pra casa. Foi bem legal hoje, bem movimentado.

Anúncios