Swan, Rockfeller Center e Friday’s

Quinta o dia foi mais legal… eu fui pra escola de tarde e comecei a fazer amizade com uma coreana que tá estudando nas duas classes comigo. O nome dela é Swan (se fala Suian) e ela é bem calminha, bem light e simpática. A única coisa chata de fazer amizade com coreano é que se tem algum povo que vai falar um inglês imcompreensível, são eles hahaha eu não entendo metade das coisas que ela diz, mas tudo bem. Ficamos conversando nos intervalos e eu convidei ela pra ir pro Rockfeller Center comigo e com Juliana pra vermos a vista da cidade. Fiquei feliz, porque ela aceitou na hora e tava super aberta a fazer passeios turísticos junto comigo. Parêntese: Digo isso porque ou eu sou muito azarenta, ou eu não sei fazer amizades… porque eu tou tentando me enturmar com todo mundo da minha escola e o povo é frio e morgado. Eu tentei chamar todo mundo da turma de business pra sair, mas quando a russa me deu um fora dizendo que depois das aulas cada um saía com seus amigos (de fora da escola) e que ela também gostava de fazer as coisas sozinha, eu desisti de tentar mais. Não sei qual é a da galera de não querer se enturmar com sua classe, mas achei que fosse o natural. Na escola da minha prima, a Embassy, a galera é super animada, sai junta, vai pra bar, restaurante, cinema… Na Kaplan  não, é cada um na sua. Deu saudade da simpatia e receptividade do povo do Brasil.

A aula de business foi massa hoje. Tivemos que fazer uma negociação com subcontratos, vendas e coisas do tipo e eu dei uma solução que a professora gostou. O menino que foi comigo, Max (austríaco), também é bem interessado, mas tem um coreano lá que dá raiva dele, porque ele tá fazendo TOEFL e só pensa nisso, não se importa com business, ai fica calado e não ajuda em nada. Também aproveitei o intervalo pra fazer minha carteirinha de estudante da escola, que eles disponibilizam de graça. A minha sorte foi que eu tinha uma foto 3×4 aqui, aí pude fazer logo, se não provavelmente eu não ia fazer, já que não ia me estressar pra tirar uma foto.

Saí da aula e voltei pra casa pra descansar um pouco e me arrumar com calma pra sair mais tarde e daqui fui direto pro Rockfeller com Ju. Chegando lá foi a maior loucura, porque Swan já tinha chegado com mais duas amigas coreanas e tava na fila pra comprar os tickets, ou seja, bem mais na frente que nós. Ela ficou tentando me ligar pra ver se eu queria o ingresso, mas meu celular lá fica sem área, daí acabou que ela subiu antes com as amigas e eu depois com Juliana. A gente pensava que era só chegar, comprar o ingresso e subir a hora que quisesse, mas não é assim, você compra a hora que chega lá, mas tem horários certos de entrar. Compramos os tickets as 19h e só tinha entrada disponível pra 19:55, aí nossos planos de ver o pôr do sol foram por água abaixo, porque subimos com tudo escuro mesmo, e eu também não pude subir com Swan e as amigas.

Os USD25,00 pagos valem MUITO A PENA. Que vista perfeita! Você consegue ver Manhattan de todos os ângulos possíveis! É fantástico, como diz painho 😛 Existem três decks de observação e você pode ir até o último pra ter a vista completa, mas só fomos até o segundo, porque tava ventando muito. A desvantagem de ir de noite, apesar da vista linda, é que se você não tem uma câmera profissional ou muito boa, você não vai conseguir tirar fotos legais. As luzes da cidade saem fraquinhas, a paisagem sai mais escura… enfim, não é tão bacãna. Espero que quando eu vá pro Empire State com Bruna, a gente consiga subir ainda claro pra tirar fotos boas da vista.

No Rockfeller Plaza

Rockfeller Plaza

Vista do Top of the Rock: Empire State Building do outro lado

Depois de ficar mais ou menos 1h por lá andando e vendo a cidade, fomos jantar no Friday’s, um pub/lanchonete que fica perto da Lexington com a 59th e que vende aqueles hamburgers típicos e engordativos, aqueles ribbs ou beefs grelhados e muita batata frita. A comida é deliciosa, mas fiquei com peso na consciência de ter ido lá, e olhe que só aguentei comer metade de um hamburger. Depois pegamos cada um nosso rumo e fomos pra casa. Foi ótimo!

Eu e Ju no Friday’s

Anúncios